• T.I.O.

Mensagem de Emerita Favilla recebida em 08/08/2019

“Que a paz do divino mestre esteja nesta comunhão de fé que hoje presencio. Que o amor seja a tônica de vossos dias para que consigais trazer, através deste lindo sentimento, todo aquele que sentir-se inebriado nas graças desta emotividade bem vinda e oportuna que é trazida por este lindo sentimento.

Hoje, venho especialmente devido a proximidade do dia dos pais fazer uma pequena homenagem a estes grandes homens que nos deixaram seu legado, que nos deixam todos os dias o seu exemplo de amor e de fé na condução das famílias, célula mater da sociedade, em que tudo se inicia, porque é onde o livre-arbítrio se faz manifesto no pagamento das heranças cármicas trazidas de tantas vidas.

Eis a importância dos núcleos familiares, cadinho onde são vencidas todas as questões pendentes, onde o perdão é o resultado esperado de todas as questões pré-existentes ao nascimento e reencarnação de cada um dos membros desta célula.

É possível, muitas vezes, que haja problemas oriundos de questões mal resolvidas, porém, é no exemplo de Cristo Jesus que cada um de vós deve vos espelhar para trazer a concordância e o perdão necessários a todas as questões que permanecem pendentes por tanto tempo. Nunca é tarde para se dar um passo, nunca é tarde, para através de um gesto de humildade, reconhecer a necessidade de se pedir perdão, perdão como ato supremo de amor que nos foi legado pelo divino mestre e que nos deixou a herança das sandálias de um pescador que soube quebrar a sua resistência, a sua temperança, muitas vezes tão forte, tornando-se mais um discípulo do Cordeiro, quebrantando-se através da humildade e dando origem a este que hoje entendemos como a Igreja Católica.

Pedro teve de se superar e teve de fazer a sua prova de resignação, humildade e amor como pai de todos aquele que seguiam as suas pegadas, as pegadas das sandálias de um pescador, que trazia como herança os ensinamentos do divino mestre. Esta é a herança que cada responsável, por cada núcleo familiar deve ter em mente: um legado de amor, um legado de compreensão, o legado de entendimento e paz, o legado do perdão. Todo esforço, sempre, mesmo que a custa de sacrifícios, todo o esforço para manutenção da paz e da união nos núcleos familiares.

A todos os pais aqui presentes, encarnados e desencarnados, deixo os meus votos de muitas felicidades pelo dia que se aproxima e rogo a Jesus que derrame bênçãos por todos para que cada um de vós possa distribuir este amor infinito do nosso Pai Maior, como representantes do Pai Maior em vossos lares.

Graças a Deus.

Estejam todos em paz.

Gloria a Deus nas alturas e paz na Terra aos homens de boa vontade.

Grande abraço de sua irmã de sempre, Emerita.”

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Mensagem de Irmão Amilton recebida no dia 12/11/2020

“Graças a Deus. Queridos irmãos, é com satisfação que venho até aqui falar essas poucas palavras. Coube a mim falar-lhes, meus irmãos, que a hora é essa, é hora de realizar as transformações necessári

Mensagem do Oitavo Guia, recebida em 16/05/2019

“Gloria a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade. Boa noite meus irmãos. Meus irmãos, hoje durante os trabalhos reinou fortemente a vibração de Francisco de Assis. Por diversas veze